CONFIRA NOSSAS NOVIDADES NO BLOG!


Conheça as 7 principais técnicas de PNL

Pouca gente sabe o quanto atitudes simples podem produzir resultados surpreendentes na vida de uma pessoa. Por trás de grandes superações e sucesso, às vezes existem apenas estratégias pensadas inteligentemente, como é caso das técnicas de PNL.

Se você ainda não conhece a Programação Neurolinguística (PNL), ela é o resultado constante de estudos sobre as experiências subjetivas do homem. É um campo cientificamente embasado que foca suas pesquisas e aplicações na compreensão, distúrbios e aquisição da linguagem, tanto falada quanto escrita, do cérebro humano.

Ou seja, os métodos da PNL buscam compreender melhor todas as ações, comportamentos, valores e crenças de uma pessoa, a fim de contribuir para melhorias no seu modo de viver — com a mudança ou até mesmo a eliminação de componentes nocivos. Isso é feito partir de algumas técnicas capazes de reprogramar pensamentos, linguagem verbal e não verbal, e desenvolver novas habilidades.

Ficou com interesse em aprender quais são essas estratégias e ferramentas para alcançar uma alta performance nas suas atividades e atingir a realização pessoal e profissional? Então, continue com seu foco aqui no post e conheça as principais!

1. Ancoragem

Uma das primeiras técnicas de PNL a ser abordada é a da ancoragem. Ela consiste em treinar o sujeito a utilizar uma espécie de âncora, a fim de fixar estados emocionais em momentos vivenciados pelo sujeito — sempre trazendo com ela fundamentos encorajadores e positivos.

Dessa forma, uma ancoragem pode ser feita a partir de uma palavra ou uma imagem que lembre situações ou sentimentos bons. A prática é simples: se estiver em um momento desanimador, triste ou de conflito, busque essa imagem na memória e faça um atalho para acessar seu estado emocional mais favorável.

2. Metáfora

Sim, estamos falando de figuras de linguagem. O que será que a literatura e a escrita têm a contribuir para as técnicas de PNL? A metáfora, por exemplo, é um processo poderoso de sugerir alternativas para a pessoa que está em processo de reprogramação. Logo, ao utilizar recursos metafóricos, é possível criar uma indução natural capaz de fazer enxergar novas perspectivas de uma mesma situação.

Aqui, são usadas histórias ilustrativas que quebram os bloqueios racionais e que também melhoram a visão sistêmica e abrangente dessa pessoa para determinado acontecimento de sua vida.

3. Rapport

Essa é uma palavra francesa que não tem tradução exata para o português. Contudo, é possível compreendê-la como uma forma de firmar uma relação de confiança e cooperação entre duas pessoas.

Ou seja, o rapport é uma técnica capaz de fazer com que um indivíduo entre no mundo de alguém e o faça se sentir confiante a partir de um conjunto de comportamentos de aproximação. É criada uma certa simbiose para que a cooperação gere empatia, motivação e alinhamento de objetivos — algo muito sadio e proveitoso principalmente para ambientes familiares e profissionais.

Algumas formas de rapport são bem sutis, como:

  • Espelhamento dos movimentos: repetir os gestos corporais do interlocutor;
  • Tons de voz igualados: conversar sempre usando o mesmo nível de entonação;
  • Ritmo da respiração sincronizado: bem mais sutil que as outras técnicas, sincronizar a respiração com a do outro também surte efeitos positivos no diálogo, que vai se tornando mais equilibrado.

4. Ponte ao Futuro

Não devemos viver no futuro, esquecendo-nos do presente. Entretanto, ter pensamentos específicos e claros a respeito de situações futuras nos ajuda, e muito, a alcançarmos metas e eliminarmos momentos negativos em um dia pesado ou cheio de desafios e conflitos.

A Ponte ao Futuro, nesse caso, é uma estratégia que conduz a pessoa mentalmente em direção ao que ela realmente deseja. Assim, ela vai conectar seu estado presente ao almejado, visualizando a evolução gradual para atingir, com sucesso, seu objetivo maior. Quer um exemplo? Se você deseja muito morar em um lugar calmo, silencioso e tranquilo, comece a imaginar esse lugar e mentalize sua presença nele.

Com a ajuda de um profissional, certamente esses pensamentos serão lapidados para se tornarem mais objetivos e certeiros, até que você consiga encontrar o caminho ideal para atingir essa meta e viver no tão sonhado ambiente de paz.

5. Perspectivas diferentes

Você já deve ter ouvido alguém dizer: “Olhe para isso com outros olhos”. Essa pessoa está utilizando uma das técnicas de PNL e nem sabe! Sim, treinar a mente e reprogramar o cérebro para enxergar uma experiência, uma situação ou um outro indivíduo por diferentes ângulos é uma das melhores formas de se abrir para a compreensão e de se libertar de crenças e sentimentos limitantes.

Além de estimular a criatividade, imaginar perspectivas variadas para uma mesma situação é algo atingido por, principalmente, quatro posições diferenciadas:

  1. você enxerga a situação com seus próprios olhos, examinando-a de acordo com suas necessidades;
  2. você se coloca no lugar do outro, tentando imaginar a situação a partir dessa posição “oposta” à sua;
  3. você se coloca como um observador externo, como uma terceira pessoa, de fato, com uma visão imparcial;
  4. você analisa todas as visões anteriores, para que avalie e constate em seus insights qual é o melhor posicionamento diante da situação.

6. Mudança de atitude

Adianta alguma coisa aplicar todas as técnicas de PNL vistas até aqui, se não tivermos a atitude de colocar seus resultados em prática? Com certeza, não.

Então, para complementar, mais uma ferramenta poderosa é a simples e boa forma de reverter condições ou mudar a realidade pelas mudanças necessárias — começando a agir de outras formas.

Afinal, como disse Rita Mae Brown (não, é de Einstein esta citação), é insanidade fazer sempre as mesmas coisas e esperar resultados diferentes. Mude rotas, tente coisas novas, aplique métodos diferentes nas suas tarefas diárias, vá a lugares diferentes, enfim, transforme suas atitudes em ações completamente reformuladas em relação às que você sempre teve.

7. Fogging

Do inglês, fog quer dizer névoa. Nesse caso, a técnica Fogging é uma maneira de “tampar com uma neblina” alguns conflitos maiores, de forma a abrandar a situação. Longe de ser uma atitude negativa, ao estarmos diante de diálogos agressivos e momentos delicados, é melhor reverter a energia para algo que acalme os ânimos.

Seria como fugir de uma briga sendo apenas cordial, minimizando a tensão e adotando uma postura mais nobre e pacificadora. Ao se fazer isso, evitamos situações, pensamentos e atos dos quais possamos nos arrepender futuramente. Ademais, é muito mais saudável, construtivo e necessário adotar essa prática, principalmente no mundo caótico e violento em que vivemos hoje.

Aqui foram apresentadas apenas as principais das várias técnicas de PNL existentes. Todas elas, a seu modo, contribuem para otimizar o potencial de cada ser humano, tornando-o a cada dia uma pessoa melhor e mais preparada para viver consigo mesma e com os outros.

A reprogramação de pensamentos e atitudes por meio da linguagem verbal e não verbal, comprovada cientificamente, traz inúmeros benefícios, e não existe quem tenha experimentado e não provado de resultados satisfatórios. É fundamental ressaltar apenas que, para uma execução mais eficaz, de maneira a produzir efeitos ainda mais positivos, você deve contar com orientação profissional.

E então, gostou de descobrir as principais técnicas de PNL? Já utilizou ou conhecia alguma delas? Sabe de outras ferramentas poderosas? Compartilhe aqui nos comentários!

Quer se qualificar e ser um SER HUMANO MELHOR?
Faça parte da nossa lista VIP de e-mails

Faça seu cadastro